Meu perfil
BRASIL, Sudeste, LORENA, VILA NORMANDIA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Italian, Esportes de aventura, Esportes



Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Equipe Carbono Zero
 


WHEY PROTEIN - PARA QUE SERVE?

Um dos suplementos mais visados pelos atletas, de forma geral, é a Whey Protein. Um composto protéico extraído do soro do leite, utilizado para impulsionar os níveis de força e aumentar o ganho de massa muscular.

Tem como característica a boa digestibilidade, alto valor nutritivo e são capazes de elevar os níveis de aminoácidos plasmáticos rapidamente após a sua ingestão, proporcionando inúmeros benefícios à saúde.

A nutricionista Maria Luisa Bellotto, especializada em nutrição esportiva pela Universidade de Barcelona, na Espanha,  falou um pouco mais sobre esse composto, há muito considerado o “Padrão Áureo” da proteína.

“Esses suplementos devem ser utilizados regularmente. Suas proteínas são digeríveis e rapidamente absorvidas, muito conveniente às situações de estresse oxidativo, uma situação gerada pela prática de atividade física. Importante para o sistema imunológico, pois atuam como fonte de energia muscular durante o estresse metabólico”, disse Maria Luisa.

Os BCCAs - aminoácidos com uma particularidade em sua composição física e atuante nas funções de: energia para contrações musculares, retardamento da fadiga central e catabolismo, aumento do rendimento e dos níveis plasmáticos de glutamina, compõem os músculos esqueléticos sendo importantes para os atletas, uma vez que, diferentemente de outros aminoácidos essenciais, são metabolizados diretamente no tecido muscular e são os primeiros usados durante períodos de exercício e treinamento de resistência, com a função de reabastecer os níveis reduzidos de proteína e começar a corrigir e reconstruir o tecido muscular magro.

Alguns autores relacionam a utilização da Whey Protein com o retardo na ocorrência de fadiga, proporcionando condições de aumento no rendimento esportivo, pois provocam a diminuição do uso dos estoques de glicogênio muscular, beneficiando o desempenho do atleta.

Os componentes da proteína do soro do leite incluem basicamente a beta-lactoglobulina, alfa-lactalbumina, albumina de soro bovino, lactoferrina, imunoglobulinas, enzimas, lactose e minerais.

A proteína do soro do leite existe na forma concentrada ou isolada e hidrolisada, podendo haver diferentes graus de hidrólise e são de fácil digestão. “Os concentrados de proteína do soro podem ter um teor de proteína variando de 34% a 80% e os isolados de proteína do soro contêm teor de proteína acima de 90%”, ressaltou a nutricionista, lembrando da necessidade de o atleta realizar uma avaliação física, além de consultar um nutricionista.

A Whey Protein é indicada a ser consumida após a atividade física e quando a dieta é insuficiente em proteina animal. “Uma alimentação tipica do brasileiro fornece a quantidade necessária destes aminoácidos”, encerrou Maria Luísa.

Fonte: Prólogo - Ciclismo, Mountain Bike, BMX, Triathlon, Tour...



Escrito por Marchesato às 21h18
[] [envie esta mensagem
] []





VIDA

Corra o risco de dar um novo rumo a sua vida,

tente, tente sempre, não importa quantas vezes.

Você vencerá.

Isto é a vida,

Pense....



Escrito por Marchesato às 21h02
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]